uma baleia nunca dorme profundamente

lilian sais

ouça

eu não sei se você sabia, mas a respiração da baleia é uma respiração consciente. baleias precisam decidir quando irão respirar, por isso necessitam nadar durante o sono. filhotes de baleia se pararem de nadar durante o descanso podem afundar até o fundo do mar. uma baleia nunca dorme profundamente.

nós, homens, como a maioria dos mamíferos, inspiramos e expiramos o tempo todo. assim, durante o sono, sem perceber, renovamos o ar de nossos pulmões aos poucos e constantemente.

mas, mulheres não. mulheres são como baleias. mulheres também não podem dormir profundamente. mulheres também precisam estar sempre em alerta, para não correrem o risco de afogar. para não correrem o risco de serem entregues às flores. para não correrem o risco de engordar. para não correrem o risco de pisar em um caco de vidro. para não correrem o risco de pisar nos cacos delas mesmas.

esse livro de lilian sais é um livro sobre baleias, mas também é um livro sobre discursos violentos que atingem mulheres. os conselhos de um namorado que avisa que elas deveriam falar menos palavrões. a avalanche de milkshakes para quem quer emagrecer, e principalmente para quem nao quer. a promessa de um amor bondoso que nunca se concretiza.

ensinam às mulheres que é preciso ser sereias, com vozes doces, elegantes, esperando que um homem as encontre. e repreendem sempre que as mulheres e aproximam das baleias, sempre que passam a desejar mais espaço, a falar mais alto, a mostrar a força que tem.

poetisas conseguem dormir tranquilas, sempre falando de coisas belas, jamais lembrando da extinção que atinge baleias e mulheres. mas uma poeta como lilian não. não há descanso. há muito trabalho pela frente – trabalho injusto, mal pago, e que só faz olheiras. e o próximo verso que machuca pode vir de qualquer mar.